Assista ao vídeo

Vídeo 03 – Cristovam Buarque: “É possível fazer a revolução na educação”

Anúncios

29 Respostas para “Assista ao vídeo

  1. Em um discurso econômico e educacional Cristovam Buarque, faz referência ao desenvolvimento educacional com a dívida externa brasilira acumulada durande gerações.
    Cristovam enfatiza a educação no Brasil, assim como o presidênte lula fez em seu segundo mandato.
    Comenta sobre algo vital sobre a educação brasileira, a revolução da educação.
    Revolucionar a educação de forma estruturada, é rumar em uma nova era no Brasil.

    Alexandre Tátaro
    RA 1108/09
    SEGUNDO TERMO HISTÓRIA E GEOGRAFIA

  2. Tudo bem professor fabio?

    não consegui ver os videos, meu pc e do escritorio falam que a pagina contem erros , e não abre.

    si puder verificar eu agradeço…

    BRUNO DA SILVA
    HISTORIA E GEOGRAFIA 4º TERMO

  3. É necessário que haja uma boa reforma para reverter essa situação,onde no Brasil se gasta mais com aposentadoria, dívida externa e muito pouco ou quase nada com as crianças.
    Dívida pública é dívida do governo, ele se endivida quando gasta mais do que arrecada.Com isso faz empréstimos, o que gera a dívida,mas isso não é tal ruim, quando se é bem empregado, os recursos obtidos pode se estimular o crescimento econômico do país.
    Mas no caso do Brasil essa divída se acumula, faz muito tempo.Ra 0506/09 segundo termo de História e Geografia.

  4. Para que haja uma revolução na educação é preciso que se aplique grandes recursos públicos, recursos esses que são aplicados em sua grande parte no pagamentos dos juros das dívidas externas e também no pagamento dos aposentados, ao qual Cristovom Buarque descorda viementemente pois acredita em uma educação onde os recursos deveriam ser aplicados mais na educação de base, ou seja, no ápice da pirâmide populacional em que a criança é a base da população e só haverá uma reformulação política e econômica quando se deixar de fazer reformas (remendos), e para isso tem que se fazer uma verdadeira revolução na educação do país, e segundo ele, isso não é para essa geração ainda.

  5. È preciso que o governo gaste menos com coisas que não são de tanta importância para o nosso país neste momento.E se preocupa em investir na nossa educação em fazer essa reforma na educação que o nosso país tanto precisa.Dar uma educação de qualidade,melhorar o salario para os professores e cursos de preparação para o professor, se o governo fazer isso o Brasil vai melhorar muito.
    RA:0510/08,quarto termo de história

  6. É preciso que o Brasil enfatiza somente o crescimento da economia, e se esquece da educação. Pois mesmo com um crescimento econômico, ainda há no Brasil uma barreira, que são os problemas sociais,como corrupçao, violência, etc.
    Esta barreira só pode ser destruida através de uma revoluçao na educação, que é o caminho para o crescimento do Brasil.
    0987/08, 4ºtermo história

  7. A reformulação na educação teria quer ser bem dura, mesmo o país tendo uma divida muito grande, o governo gasta milhões com outras coisas,com esse dinheiro disperdiçado o governo poderia fazer essa restruturação na educação de maneira mais inteligente e cem gastar muito com outras coisas que não são do nteresse do país.
    Mauro Sérgio de Moraes Borges Júnior RA:0088/09
    Segundo termo de história e geografia.

  8. Um pais mesmo com problemas financeiros e sociais tem que investir em educação ,pois é parte da solução a formação de uma sociedade bem instruida.
    A revolução educacional é uma atitude a ser tomada ,pois nada acontece da noite para o dia e necessario estabelecer uma cultura e investir recursos , o que não deve é acomodar e apenas lamentar se submetendo a uma situação!
    Erica Rodrigues De França
    0652/08

  9. Cristovam diz que nada pode ser mudado pois,tudo isso na educação foi feito por eles pessoas da idade deles.
    Fala da divida do Brasil para o exterior e comenta que essas barreiras devem mudar a partir da revolução da educação no Brasil.
    Para que essa revolução possa acontecer tem que ser destinado muitas verbas para o setor da educação.
    Barbara Angélica
    RA0755/07-Pedagogia 6° termo

  10. O país está se preocupando tanto com dívida externa e deixando a base da educação (as crianças) em segundo, terceiro, quarto lugar, ou seja a educação está sendo esquecida, está passando despercebida pelo governo, que vive de corrupção, de promessas e muita mentira. Se faz necessária a mudança desse modelo para que seja possível a revolução da educação no Brasil.
    Tatiana Leal VI termo Pedagogia (1438/07)

  11. Cristovam Buarque está corrento em dizer q não podemos mudar de um dia pro outro nosso sitema educacional, mas ele como candidato tenta colocar que tem uma solução para nosso sitema, mas ideias todos podem ter, mas colocar em pratica isso eles não fazem.
    Como já visto nos videos anteriores a educação não é uma prioridade dos nossos politicos, não se ganha eleição pagando bem os professores, tendo escolar mais organizadas, com mais materiais pra estudo, isso poucas pessoas vem e não trariam votos.
    Fabiana A. Franchetto
    4º termo geografia
    1269/08

  12. A realidade é que o Brasil não sabe o que fazer com a educação, realmente é necessaria fazer uma revolução, uma mudança nesse sistema educacional e governamental, é necessario que o governo gaste menos com coisas que não são de tanta importância para o país neste momento que se preocupe em investir na na educação em fazer essa reforma onde a educação seja de qualidade e não de quantidade pois o Brasil esse nosso grande país de 3º mundo tanto precisa, melhorar o salário dos professores e fazer cursos de preparação profissional para os professores para que possam desenvolver melhor o seu trabalho, o governo tem que melhorar e mudar muito para dar valor a educação, não adianta o candidato visitar cidades, fazer comícios e prometoer tudo e não fazer nada…o povo brasileiro está cansado de tantas promessas não compridas…o Brasil deseja ver um Brasil melhor para nossos futuros filhos, o que serão deles daqui á alguns anos, eles serão o nosso futuro…sem a educação não tem empregos, não tem sociedade, não tem nada, o governo fazendo esta mudança o Brasil será outro e muito melhor.

    Taiz CAlligaris > (0596/07) > 6º termo de pedagogia

  13. Para mudarmos a situação do Brasil em relação a educação, é precido recursos. Só que para isso é preciso priorozar a educação…e nao deixar em segundo plano, pois estão preocupados com o pagamento de juros das dividas..onde vivemos num país que gasta 20 vezes mais com aposentados do que com as crianças, por ai se tira uma base de como a educação esta bem servida.

    Francieli dos Santos 0166/07 Pedagogia 6º termo

  14. É preciso que haja uma reforma no Brasil.Que o Brasil possa gastar mais com educação de crianças e jovens,e que a divida externa possa diminuir,pois os governantes gastam muito com coisas desnecessárias e a educação sempre fica em ultimo plano.Educação deve ser prioridade num país como o nosso…….

    2ºTermo de História e Geografia

  15. Concordo com ele quanto a questão da revolução do sistema de educação, os governandes de nosso país sempre se mostraram muito mais preocupados com a dívida externa do que com a questão da educação,os maiores investimentos deveriam ser na estruturação de uma educaçao de qualidade porque como ele próprio enfatizou seram as futuras gerações ou seja as nossas crianças de hoje que iram mudar muitas questões do nosso país, mas para que isso ocorra é necessário um maior investimento nas crianças e não em aposentados.Pois é somente atraves desses investimentos que o Brasil entrara em uma nova Era.

    Jéssica Dntas de Oliveira
    RA:1027/09
    2° termo de História e Geografia.

  16. O Brasil precisa de uma revolução na educação como Cristovam Buarque aponta, mas para conseguir isso é necessário fazer algumas alterações. Acontece que se gasta muito pagando os juros da dívida e com aposentados e não se investe nas crianças que são o futuro do país. Para ocorrer uma revolução no ensino tem que ser mudado isso, pois só assim o Brasil terá recursos suficientes para oferecer uma educação de qualidade, mas isso demora a acontecer por isso, é necessário começar a mudança e a maneira mais simples é inserindo as crianças na escola.
    Janaína Cristina Cavagna RA:0109/08 4º Termo Geografia

  17. Realmente o Brasil não tem como prioridade a educação, hoje se gasta muito dinheiro na divida externa e não se investe onde precisa como na educação, saúde e segurança, o modelo de gestão publica brasileiro tem que se destacar a educação aos jovens que vão construir o amanhã.
    ALEX JUNIOR RAMIRO RA: 0658/08 4º TERMO DE HISTÓRIA

  18. Cristovam Buarque afirma que para melhorar a educação em nosso país é preciso mudar o modelo de aplicação de recursos, modelo esse que gasta a maior parte dos recursos públicos disponíveis no pagamento de juros da divida, quando deveria ser gasto em educação.
    Concordo com ele, na idéia que a educação dependa dos jovens, que são o futuro do país. Acredito que depende de nós jovens, exigir de nossos representantes em geral, uma educação de qualidade e que tratem o problema educacional como prioridade em nosso país.

    JANAINA APARECIDA PEDROZO
    4º TERMO – HISTÓRIA
    RA. 0147/08

  19. Assim, como disse Cristovam Buarque, o Brasil precisa gastar menos com investimentos desnecessários e enfatizar mais a educação.Pois,o futuro do nosso país depende da crianças, a nova geração e não de pessoas que já cumpriram o seu dever como cidadãos.
    Educação é progresso, é cultura, é cidadania e o futuro dos nossos filhos.
    Contudo, não haverá revolução, enquanto não houver o interesse pela mudança.

    EDILAINE.R.SALESSI
    6º Termo – Pedagogia
    RA.0160/07

  20. Se torna muito facil,colocar a culpa no que já esta feito ou seja em geraçoes passadas,o que verdadeiramente queremos,são soluções para reforma da educação.MUDANÇAS e isto Cristovam não falou.

    Sheili Correia
    RA 0650/07

  21. A educação no Brasil está a margem da sociedade, pois gasta-se muito em investimentos desnecessários. O brasileiro, seja ele qual for, é obrigado a pagar horrores em impostos, que no final das contas não vem absolutamente nada em seu benefício. Apesar de Cristovam ter falado de mudanças e divergências em relação às escolas, municípios e prefeitos, quais seriam realmente as mudanças necessárias e significativas para a revolução na educação? Fica aí a pergunta que todos os brasileiros gostariam de resposta.
    Laís Francine Steffen RA 0857/07 Pedagogia 6º termo.

  22. Realmente o Brasil necessita de mudanças revolucionárias para que todos tenham acesso à educação, mas que seja feito com medidas produtoras de recursos,para investir em educação.Não é tirando direitos de pessoas que muito trabalharam para ver este País diferente das realidades que vivemos hoje, pois não é com aposentados que se gasta a maior fatia do orçamento, sim com a corrupção que muito assola o nosso País, obras super-faturadas, cpis e seções extraordinárias para votar projetos infundados e medíocres.

    Juliana Ribeiro de Albuquerque RA 0802/09 2ºTermo História/Geografia

  23. Cristovam Buarque critica o modelo educacional do Brasil.
    Épreciso portanto que o governo redirecione o seus gastos, e passe investir mais em educação. Pois a educação é primordial para o desenvolvimento e crescimento do país.

    Helena M Borges da S Lopes
    RA: 1593/09 4ºtermo de História

  24. Cristovam Buarque argumenta que para melhorar a educação no nosso país e necessário que haja uma mudança na aplicação de recursos, concordo, pois o dinheiro que é pra ser gasto com a educação esta sendo utilizados para pagar dividas externas.
    É necessário se preocupar mais com a educação, pois os nossos jovens e crianças precisam de uma ótima qualidade de estudos investir na educação e no bem estar das crianças e jovens é construir um otimo futuro.
    Carla Maria RA: 0741/07 Pedagogia 6° termo

  25. O que Cristovam Buarque está dizendo é que os politicos gastam com muitas coisas que realmente não precisa e com isso só vai aumentando a divida externa do país. Na opinião dele é necessario se preocupar mais com a educação de nossas crianças, adolecentes, jovens e adutos também e realmente ele está certo um país onde não há educação não há desenvolvimento.
    Raiza de Oliveira Lima
    R.A -1350-09
    2º TERMO DE GEOGRAFIA

  26. Concordo com Cristovão Buarque, que se gasta muito mais com a dívida externa do que com as crianças e a educação.
    É necessário que haja uma boa reforma para o Brasil melhorar.

  27. É evidente que os recursos destinados a educação em nosso país ainda fica a margem daquilo que julgamos necessário,mas vou além, será que aquilo que é destinado é usado como deveria ou como gostariamos que o fosse?Diante da atul conjuntura da educação podemos afirmas que não. Assim, bem mais do maior prioridade nos recursos é necessário que saibamos, enquanto nação, investir esses recursos.

    alexandre – pedag. 1010/07

  28. Na verdade precisa mudar tudo, nossa gastar 1/3 dos nossos recursos públicos para pagar impostos e gastar mais de 20 vezes mais com aposentados do que com crianças com certeza não tem futuro nenhum “é o fim da picada” ……. com certeza não pode esperar que mude o modelo econômico, pra colocar nossas crianças nas escolas, nossas crianças tem que ser todas educadas porque elas são o futuro do Brasil…..

    Adilson Paschoal 1254/08 4ºtermo de geografia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s